No Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial

Prevenção da doença a no Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial.

Por Adwalter Brunow

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram
A Serra se conecta com você

 

Por Priscila Moreschi

 

Ela é uma das doenças mais comuns na população. A hipertensão é caracterizada pela sustentação elevada dos níveis de pressão arterial acima dos 14/9, o que pode afetar o funcionamento de vários órgãos do corpo humano.

12

A hipertensão arterial pode ser de origem genética ou causada pelo estilo de vida ou ocasionada por outros problemas de saúde como doenças renais, da tireoide ou das glândulas suprarrenais. É fundamental diagnosticar a origem do problema, para que seja introduzido o tratamento adequado.

E a doença dá sinais de que está instalada. Os principais sintomas são tontura, falta de ar, palpitações, dor de cabeça frequente e alteração na visão. Mas a maneira mais correta de identificar o problema é através da medição da pressão arterial de forma frequente.

As principais causas relacionadas à hipertensão arterial estão a obesidade, histórico familiar, estresse e envelhecimento. O consumo exagerado de sal, associado a hábitos alimentares não adequados, também colaboram para o surgimento da hipertensão.

Na grande maioria dos casos, a hipertensão não tem cura, mas pode ser controlada. Nem sempre o tratamento significa o uso de medicamentos, sendo imprescindível a adoção de um estilo de vida mais saudável, com mudança de hábitos alimentares, redução no consumo de sal, atividade física regular, não fumar, moderar o consumo de álcool, entre outros.

Leia também:  Governo do Estado divulga 98º Mapa de Risco Covid-19

No município de João Neiva, o coordenador da Estratégia de Saúde da Família da Semsa, Lindomar Soprani destaca as complicações da hipertensão: “A doença pode causar derrame cerebral, também conhecido como AVC, infarto agudo do miocárdio e doença renal crônica. Além disso, a hipertensão pode levar a uma hipertrofia do músculo do coração, causando arritmia cardíaca. O tratamento da hipertensão, de forma continua, amplia a qualidade e a expectativa de vida. ”

Quer ter uma vida livre da hipertensão? Siga as dicas: – Mantenha o peso adequado e busque sempre uma alimentação saudável; –  Consuma sal de forma moderada; – Pratique atividade física de forma regular; – Coloque na agenda momentos de lazer e descanso; – Não fume; – Beba com moderação; – Fique longe de alimentos gordurosos; – Controle o diabetes.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.