Progressões na carreira beneficiam 291 servidores do magistério da Prefeitura de Vitória

São aproximadamente R$ 1,3 milhão/ano investidos na valorização dos servidores da Educação

Por Redação Jornal da Serra

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Mais 291 servidores da rede municipal de ensino da capital serão beneficiados com a aplicação das progressões horizontal por antiguidade, horizontal por merecimento e desempenho e vertical, de acordo com o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos do Servidor do Magistério Público do Município de Vitória (Lei Municipal n° 6.754/2006).

Desse total, 232 profissionais obtiveram progressão horizontal por antiguidade e 48 servidores ganharam o benefício por merecimento e desempenho. Além deles, 11 servidores foram contemplados com a progressão vertical.

Progressões na carreira beneficiam 291 servidores do magistério de Vitória

Sala de aula da EMEF Suzete Cuendet – Foto: Elizabeth Nader

São aproximadamente R$ 1,3 milhão/ano investidos na valorização dos servidores da Educação. Em fevereiro, outros 546 profissionais já haviam sido beneficiados, somando mais de R$ 2,5 milhões/ano na valorização dos servidores.

A lista com os profissionais contemplados pela progressão está publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (10) e pode ser acessada aqui.

“Os profissionais da educação fazem a diferença na sociedade. Todos os dias, são mais de 43 mil vidas impactadas diretamente por esse trabalho em 102 unidades de ensino. Essa é mais uma ação importante da gestão do prefeito Lorenzo Pazolini, reconhecendo e valorizando os profissionais da Seme”, destacou o secretário de Educação de Vitória em exercício, Trajano Ferreira.

Leia também:  Últimos dias para pagar IPTU com desconto em Vitória

Entenda as progressões

A Prefeitura de Vitória possui um Sistema de Avaliação Especial de Desempenho, formado por uma Avaliação Periódica de Desempenho e a Evolução da Qualificação, iniciativas inovadoras dentro da administração municipal.

A partir do resultado, a administração municipal pode planejar ações que promovam a capacitação e qualificação dos colaboradores, com o objetivo de melhorar os serviços prestados. A avaliação também estabelece os critérios para a evolução profissional, possibilitando a progressão por merecimento e desempenho.

A progressão profissional permite o remanejamento do servidor público dentro do quadro geral. O enquadramento é feito conforme estabelecido nos planos de cargos, carreiras e vencimentos das categorias e significa progressão na carreira e avanço na tabela salarial: 3% no caso de progressão horizontal e 15,84% no caso de progressão vertical.

A progressão vertical precisa ser solicitada pelo servidor e é concedida de acordo com a escolaridade: graduação, especialização, mestrado e doutorado. Precisa ser solicitada.

Já a progressão horizontal por antiguidade é automática, concedida a cada quatro anos. Enquanto a progressão horizontal por merecimento e desempenho também deve ser solicitada pelo servidor e está atrelada à assiduidade, avaliação e entrega de títulos (cursos e formações na área).

Leia também:  Imobiliária Universal se compromete em se reunir com moradores de Costa Bela, na Serra.

Por Brunella França, com edição de Andreza Lopes

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.