Dia Mundial da Doença de Alzheimer

Com histórico de prestação de serviços respeitado no Espírito Santo, a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes). Com histórico de prestação de serviços respeitado no Espírito Santo, a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes) se reuniu na terça-feira, dia 20, com a Comissão de Saúde […]

Por Adwalter Brunow

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram
Rede Integrada de Segurança da Serra

dia mundial da doenca de alzheimer 1

Com histórico de prestação de serviços respeitado no Espírito Santo, a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes).

Com histórico de prestação de serviços respeitado no Espírito Santo, a Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Espírito Santo (Fehofes) se reuniu na terça-feira, dia 20, com a Comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) para fazer esclarecimentos sobre as informações equivocadas que circularam recentemente. Na pauta temas como o não impedimento dos médicos de trabalhar, a contratação de novos profissionais para atuarem nas cirurgias cardíacas e implantes de marcapasso, entre outros.

“Para garantir o atendimento cardiovascular à população capixaba, e diante do rompimento unilateral da Medcardio, buscamos a contratação de profissionais em outro estado. Uma nova equipe está em atuação para salvar vidas em dois hospitais filantrópicos, sendo que todos os cirurgiões têm títulos de especialidades reconhecidos e prática na área comprovada. Esta equipe foi contratada com os mesmo critérios adotados para o grupo que a antecedeu, tendo a mesma remuneração e as mesmas metas a serem alcançadas”, diz a Fehofes em nota oficial – representando o Hospital Evangélico de Vila Velha, o Hospital Evangélico de Cachoeiro, o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória, o Hospital Maternidade São José Colatina e o Hospital Rio Doce Linhares.

Leia também:  Praça de Serra Sede recebe serviço de testagem de HIV e Sífilis

Segundo nota oficial da Fehofes, em agosto deste ano a empresa Medcardio rescindiu de forma unilateral os trabalhos com os hospitais filantrópicos, embora tenham sido feitas inúmeras tentativas de negociação. A empresa inclusive ignorou a mediação feita pelo Ministério Público Estadual (MPES), comprometendo o atendimento junto aos hospitais.

Apesar do pagamento realizado no Espírito Santo estar acima da média de mercado do país, a prestadora de serviço reivindicou reajuste da remuneração médica de 70% e o aumento do número de cirurgias.

“Cabe destacar que o Hospital Evangélico de Vila Velha, o São José de Colatina e a Santa Casa de Misericórdia de Vitória mantêm seus pagamentos rigorosamente em dia. Só dois dos cinco hospitais representados pela Federação têm passivos com a referida empresa e que estão em processo de quitação, sendo que nos últimos dias pagamentos foram antecipados”.

A Federação também explica que dados do Ministério da Saúde (Datasus) mostram a evolução de 29% do número de atendimentos cardiovasculares realizados no Estado entre 2015 e 2021. Há, portanto, crescimento da oferta. O que houve, sim, foi uma diminuição de atendimento no Hospital Evangélico de Vila Velha, mas estes foram absorvidos por outros hospitais, como São José e a Santa Casa de Vitória atendendo outras regiões do Estado.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.