MPES participa de incineração de drogas apreendidas na Operação Solis

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio dos promotores de Justiça que atuam junto ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Central) e ao Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap), participou na quarta-feira, dia 27, da incineração de 2,4 toneladas de drogas. Cerca de 1,7 tonelada […]

Por Adwalter Brunow

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram
A Serra se conecta com você

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio dos promotores de Justiça que atuam junto ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Central) e ao Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap), participou na quarta-feira, dia 27, da incineração de 2,4 toneladas de drogas. Cerca de 1,7 tonelada de cocaína, 700 quilos de maconha e outros 100 quilos de precursores químicos foram destruídos em um forno industrial, no município da Serra. Representantes da Vigilância Sanitária acompanharam o procedimento, que contou com forte esquema de segurança.

mpes participa de incineracao de drogas apreendidas na operacao solis 1

O volume incinerado decorre da atuação da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), em atuação individual ou integrada, e de ações realizadas com o Gaeco do MPES. Parte do entorpecente destruído foi apreendido durante a Operação Solis.

A operação foi deflagrada no dia 7 de dezembro de 2021, com o objetivo de apurar o tráfico de drogas por integrantes da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) em cidades dos Estados de São Paulo e Espírito Santo, e resultou na apreensão de mais de 580 quilos de cocaína. Integrantes da facção criminosa presos em flagrante permanecem custodiados e à disposição da Justiça.

Leia também:  Detran-ES e BPTran alertam sobre uso de ciclomotores

Deflagrada pelo Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), por meio do Gaeco-SP, além do Gaeco-ES, a ação contou com o apoio das Polícias Militares do Espírito Santo e de São Paulo, além da PRF e da PF.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.