Vila Velha 487 anos: Arnaldinho Borgo anuncia meio bilhão em investimentos.

Vila Velha 487 anos: Arnaldinho Borgo anuncia meio bilhão em investimentos.   Meio bilhão de reais. Esse será o presente para os moradores e para a cidade de Vila Velha, que completará 487 anos de história na segunda, dia 23 de maio, quando também é lembrada a Colonização do Solo Espírito-Santense. Novas unidades de saúde, […]

Por Adwalter Brunow

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

vila velha 487 anos arnaldinho borgo anuncia meio bilhao em investimentos

Vila Velha 487 anos: Arnaldinho Borgo anuncia meio bilhão em investimentos.

 

Meio bilhão de reais. Esse será o presente para os moradores e para a cidade de Vila Velha, que completará 487 anos de história na segunda, dia 23 de maio, quando também é lembrada a Colonização do Solo Espírito-Santense. Novas unidades de saúde, escolas, ruas e avenidas, quadras em escolas, armamentos, viaturas e novas tecnologias na segurança municipal e viária estão entre os investimentos anunciados.

Será o maior pacote de investimentos anunciados de uma só vez pela gestão iniciada em 2021, com recursos próprios, convênios com o Governo do Estado e emendas parlamentares, com destinação de verba federal. Para o prefeito Arnaldinho Borgo todo conjunto de investimentos pensado e planejado com cautela, com objetivo de transformar a cidade, melhorar a vida das pessoas e proporcionar um salto da cidade em qualidade de vida e competitividade econômica.

“Todo investimento que vamos anunciar foi feito com muito estudo, cuidado, diálogo, está dentro do nosso planejamento estratégico e tem a digital dos moradores da nossa cidade, os maiores interessados em ter uma Vila Velha mais humana, segura, saudável, com educação de alto padrão, competitiva, com segura jurídica, mas acima de tudo, que ofereçam qualidade de vida e dignidade a nossa gente”, explicou.

Segurança

A Guarda Municipal de Vila Velha (GMVV), patrimônio da cidade, receberá mais de R$ 3,5 milhões em investimentos. Caminhonetes para a Romu, viaturas para o operacional, novos equipamentos de rádio e armas de airsoft para treinamento dos profissionais. Este é mais um passo importante para fortalecimento da instituição e melhoria da segurança em Vila Velha, como continuidade das conquistas do último ano.

Um dos avanços é a contratação de 15 novas viaturas Nissan Kicks, plotadas e equipadas, com cofre, completando a modernização da estrutura motorizada da Guarda Municipal e uma Van, com 16 lugares. Ao todo, serão 26 viaturas novas em 16 meses. Elas permitem maior presença nas ruas, mobilidade e agilidade, por possuírem cofre, além de garantirem economicidade – visto que por serem novas, geram menor necessidade de manutenção. As 15 novas viaturas devem ser entregues em até 90 dias.

A Ronda Ostensiva Municipal (Romu), especializada da GMVV, também será contemplada. Cinco caminhonetes novas L200 GLX, 4×4, cabine dupla, plotadas e equipadas com cofre, sirene e luminosos, tornarão o grupamento mais preparado para enfrentamento ostensivo da criminalidade. Os veículos diferenciados permitirão o transporte de escudos e armas longas, diferenciais do grupamento especializado.

Para permitir evolução e qualificação contínuos, foram adquiridos também armamentos airsoft para uso da Academia de Ensino e Formação da Guarda Municipal, a “Academia Azul”. São 25 pistolas e 15 rifles que permitem ações como simulação e treinamento em diversos cenários, auxiliando no desenvolvimento dos agentes, preparando-os para a ação no dia a dia.

Tecnologia

A tecnologia também é um aliado da segurança pública e um dos vieses de investimento da cidade de Vila Velha. Neste contexto, os guardas municipais ganharão aparelhos de rádio mais modernos, com tecnologia e acesso à internet, acesso a aplicativos e sistemas de segurança pública essenciais para a atuação célere nas ruas, comunicação instantânea e eficiente com outros GMs e com a Central.

Desta forma, o objetivo é encurtar cada vez mais o tempo de resposta da Guarda Municipal, chegando o mais rápido possível onde o cidadão necessitar.

O secretário de Defesa Social e Trânsito, em exercício, major Rogério Gomes, explica que o conjunto de investimentos representa o novo conceito de segurança municipal promovida no município, onde a tecnologia vai auxiliar a Guarda Municipal, referência nacional, na atuação preventiva, sempre com inteligência, e estando um passo à frente da intercorrência.

Leia também:  Intervenção cultural no Centro de Vitória

“Estamos trazendo o que há de melhor no mundo, como recomendou o prefeito Arnaldinho, para oferecer condições de trabalho a nossa Guarda e proteção aos nossos munícipes, turistas e quem busca Vila Velha para investir. É um novo momento onde estamos tornando a segurança da nossa cidade digital, ainda mais inteligente, no conceito 4.0”, enfatizou o major.

Ainda sobre inteligência artificial, o monitoramento inteligente da cidade será feito com 22 novas câmeras, com tecnologia embarcada, capazes de detectar acidentes ou infrações de trânsito automaticamente. Elas também funcionam como aliado da mobilidade e fluidez do tráfego de veículos, uma vez que identificam a intensidade do trânsito e alteram, automaticamente, o tempo de abertura e fechamento dos semáforos.

Saúde

Sete novas unidades de saúde serão construídas na cidade para aumentar a porta de entrada no atendimento básico de Vila Velha. Até 2020 a cidade possuía 19, a partir do ano passado mais quatro unidades foram entregues à população: Ataíde, Divino Espírito Santo, São Torquato e a UPA de Riviera da Barra, entregue funcionando após 12 anos de construção.

A dona Márcia da Silva, residente de Divino Espírito Santo, que mora próximo à Unidade de Saúde (US) recém inaugurada, a espera pelo equipamento valeu a pena, segundo ela.

“Há muitos anos eu espero por essa Unidade de Saúde. Para mim, essa realização é um sonho! Eu estou muito feliz com o atendimento que as equipes de saúde prestam ao nosso povo”, disse.

Serão investidos R$ 41.612.094,51 milhões nas construções das unidades de Morada da Barra, Jabaeté, Praia das Gaivotas, Paul, Novo México, Rio Marinho e Riviera da Barra. Com recurso próprios e repasses do Governo do Estado e do Governo Federal, a estimativa é que essas unidades atendam, após entrega, 140 mil pessoas e empregue aproximadamente 315 profissionais entre atendentes, auxiliares, técnicos, enfermeiros e médicos. Além dos empregos indiretos, ainda não mensurado, com a contratação de equipes de limpeza e vigilância.

Para a secretária de Saúde do município, Cátia Lisboa, o aporte aplicado vai tirar a saúde da cidade dos anos de atraso, do escuro, para a modernidade. Vai abrir as portas da saúde básica aos munícipes e chega próximo do compromisso de oferecer em todas as regiões Equipes de Saúde da Família.

“Nosso planejamento é ousado, mas precisa ser porque como bem diz o prefeito, Vila Velha e o povo tem pressa. Captamos recursos, fizemos o dever de casa e vamos garantir as construções das sete unidades de saúde e equipá-las para que sejam modernas, acompanhem os tempos atuais de tecnologia e cuide das pessoas de forma ágil e com qualidade”, explicou a secretária.

Outros R$ 5.161.632,81 serão licitados para informatização de todas as unidades de saúde, assim como rede de comunicação e proteção de dados e equipamentos de modernização das unidades. O objetivo é implantar soluções digitais para atendimento e consulta, que no futuro, poderá ser feita também de forma remota.

Para dona Maria da Conceição Martins, professora aposentada e munícipe da cidade, a população vila-velhense está ganhando saúde com as aplicações feitas em apenas 16 meses de gestão.

“Não tínhamos essas estruturas antes. Esses investimentos e revitalizações foram uma surpresa para a gente. Não tenho o que reclamar! É muito bom! Eu sempre utilizei um serviço particular e quando usei o serviço público, me senti orgulhosa por essa assistência tão maravilhosa”, concluiu.

Educação

Os avanços na educação não param. A cidade vai receber quatro novas escolas, serão construídas 12 novas quadras esportivas e duas escolas vão ser ampliadas. E o Bolsa Aluno, maior projeto sócio-educacional da Prefeitura de Vila Velha, será retomado. O investimento é estimado em R$ 70 milhões e dão continuidade a valorização dos alunos, professores e munícipes.

Leia também:  Bolsonaro sanciona lei que prevê retorno de grávidas ao presencial

Jabaeté, Jaburuna, Ponta da Fruta e São Conrado II são os bairros que vão receber as novas unidades de ensino. Locais estratégicos para atender a demanda crescente de alunos matriculados na rede e o anseio da população. Quem também pode comemorar é a comunidade de Cidade da Barra e Jardim Colorado: as Unidades Municipais de Ensino Fundamental (Umef) Alger Ribeiro Bossois e Ricardina Stamato da Fonseca, respectivamente, terão seus espaços ampliados para garantir melhor infraestrutura, qualidade e maior número de alunos matriculados.

E o esporte escolar receberá um grande investimento. Doze unidades municipais de ensino, que hoje não tem quadra, vão ter seus espaços esportivos construídos. Isto para garantir o acesso e a melhor experiência para os alunos da rede, que agora vão poder praticar modalidades esportivas em ambiente adequado. São mais de 70 projetos esportivos oferecidos pela Prefeitura de Vila Velha e que serão reforçados com essas novas construções.

“Realizamos o maior investimento da história da educação de Vila Velha em 2021. Muitos acreditavam que não era possível. Mas nós provamos que é possível sim, com entregas que beneficiaram famílias, alunos e profissionais da educação. E agora estamos provando mais uma mês que nosso trabalho é contínuo, não para. 2022 é outro ano histórico para a educação. Vamos entregar novas escolas, novas estruturas e continuar investindo nas nossas crianças”, afirmou o secretário Municipal de Educação, Rodrigo Simões.

Obras

Infraestrutura urbana para revitalizar vias e trazer nova urbanização a caminhos sem pavimento. Demandas antigas pela recuperação de ruas em bairros como Praia da Costa e Itapuã serão atendidas e outras demandas em vias que nunca receberam o asfalto em bairros como Barramares e Balneário Ponta da Fruta vão transformar a realidade dos moradores canela verde com planejamento e ação. Ação traduzida em obras que serão anunciadas na segunda-feira, dia 23 de maio, em comemoração aos 487 anos da cidade berço da colonização espírito-santense.

No total, mais de 60 vias receberão drenagem e pavimentação. Investimento que supera o montante de R$ 87 milhões, em mais de 30 quilômetros de extensão. Um destaque para a retomada do contrato de macrodrenagem do Canal do Congo que contempla a urbanização das vias das sub-bacias 4,7 e 8; Avenida Primavera, rua Normília de Azeredo, rua Luiz Gonzaga e avenida Transamazônica.

O presente embrulha outras obras que contemplam sete novos espaços de lazer em forma de assinatura das publicações dos editais de licitação. Serão lançados os processos da reformulação das praças de Paul, Coqueiral, Praia das Gaivotas, Vila Garrido, Glória (Chocolates Garoto), Itapuã (Plano 100), além da construção da Pista de Skate de Terra Vermelha.

E os anúncios englobam também a drenagem, pavimentação, construção de calçada e paisagismo do novo trecho da rua Humberto Serrano, via que por 40 anos foi fechada com a instalação de um imóvel que impedia a passagem de veículos, garantindo mobilidade e segurança ao bairro Itapuã.

Tecnologia e Inovação

Para estar cada vez mais conectado ao cidadão canela-verde as novas tecnologias estarão cada vez mais presente nas ações da prefeitura. Para isso vários investimentos serão anunciados pelo prefeito e alguns deles já estão em funcionamento. O vídeo wall, uma espécie de televisão gigante, foi instalada na Central de Monitoramento da Guarda. O equipamento permitirá acompanhar em tempo integral a rotina da cidade, por meio das câmeras de videomonitoramento. Mas não é só isso, essa inovação vai permitir o reconhecimento facial de criminosos e qualquer outro cidadão, com a instalação de duas mil câmeras, até o final do ano.

Leia também:  Procon-ES realizou mais de 150 atendimentos em ação no Dia Mundial do Consumidor

Dentro do sistema implantado ainda será permitido integrar câmeras de bancos, shoppings, comércio, edifícios residenciais e empresariais. Tudo isso para que as equipes de segurança do Município, do Estado e da União sejam rápidas na prevenção e investigação de crimes. O videomonitoramento pulará das atuais das 212 câmeras para mil, espalhadas em pontos estratégicos, por toda a cidade.

A Muralha Eletrônica, também será ampliada. Sistema de monitoramento e reconhecimento de veículos, atua de forma preventiva e repressiva, com objetivo de coibir furtos e roubos de veículos na cidade. Os pontos de monitoramento serão ampliados em mais de 100%, passando de 53 para 119.

Além disso, os serviços oferecidos pela prefeitura estarão na palma da mãos dos canelas-verdes. Com o lançamento do aplicativo Vila Velha On e o novo portal oficial da gestão, as pessoas terão acesso a marcação de consulta, notícias, fotos e vídeos da cidade, pontos turísticos, boletim escolar e muito mais. O app, inclusive, já está disponível para download nas lojas virtuais dos sistemas operacionais Android e IOS.

De acordo com o secretário Marcelo Machado, o conjunto de investimentos para facilitar a vida das pessoas, tornar a cidade ainda mais acessível, digital, levando a prefeitura até o cidadão.

“Tudo o que está sendo anunciado foi planejado com detalhes e sempre com a mesma pergunta: o que e como essa solução vai mudar a vida das pessoas? Então estamos dando velocidade, conectividade, inteligência artificial aos serviços da cidade. Para cuidar das pessoas e estar cada dia mais diferente e inovador”, pontuou. – Entrega do Painel de Monitoramento da Central da Guarda (Video Wall) – Ampliação do sistema Muralha Eletrônica (de 53 para 119 pontos de coleta de dados), – Ampliação do videomonitoramento, de 212 para 1 mil câmeras até o final do ano, – Reconhecimento facial com 2 mil pontos de coleta, – Carteira do Autista, – Novo Portal PMVV, – Lançamento do APP, – Sistemas: Procon, Ouvidoria, Alvará Único, Vigilância Sanitária, – Diário Oficial Eletrônico.

Habitação

Durante as comemorações do aniversário da cidade o prefeito também vai anunciar outras importantes entregas e investimentos. Duzentas e dezenove famílias receberão título de propriedade da tão sonhada casa própria. Pessoas que há anos esperavam reconhecimento e regularização da moradia.

Canelas-verdes de Residencial Coqueiral, Riviera da Barra, Ataíde e de Guadalupe terão motivos para comemorar os 487 anos de Vila Velha. Além deles o prefeito vai autorizar a licitação da empresa que vai preparar a concessão de outros 3.500 títulos de posse aos moradores de Barramares, na Região 5.

Para a secretária de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade, Adriana Villa-Forte trabalho que mostra o compromisso com as pessoas que mais precisam de cuidado, atenção e, que antes eram esquecidos. Ela exaltou o trabalho técnico desenvolvido pela equipe técnica.

“Cada um desses títulos de propriedade foi elaborado com carinho e cuidado, pensado em como iria mudar a vida das pessoas que há anos batalhavam por reconhecimento. Vai além, ouve com atenção as necessidades, transforma uma atividade extremamente técnica, como a nossa, de engenharia, cálculos, projetos, em humana. Esse é um legado que o prefeito nos ensina todos os dias e que vamos aplicando na cidade, no trato com as pessoas”, explicou a secretária.

 

Por Junior Costa

Foto: Everton Thiago

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.