(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Fundação Renova. Ações gratuitas de empreendedorismo e cidadania recebem mais de 11 mil visitantes no ES

Moradores de três municípios tiveram acesso a serviços como aferição de pressão, vacinação, emissão de carteira de identidade, além de cursos de capacitação, brincadeiras e atividades culturais. Os eventos da Ação de Empreendedorismo e Cidadania, uma iniciativa da Fundação Renova em parceria com o SESI-ES e prefeituras municipais, registraram a participação de mais de 11 […]

fundacao renova acoes gratuitas de empreendedorismo e cidadania recebem mais de 11 mil visitantes no es

Moradores de três municípios tiveram acesso a serviços como aferição de pressão, vacinação, emissão de carteira de identidade, além de cursos de capacitação, brincadeiras e atividades culturais.

Os eventos da Ação de Empreendedorismo e Cidadania, uma iniciativa da Fundação Renova em parceria com o SESI-ES e prefeituras municipais, registraram a participação de mais de 11 mil pessoas em Colatina, Aracruz e Baixo Guandu. 

Os moradores desses três municípios tiveram acesso gratuito à prestação de serviços, saúde, lazer e entretenimento, além de participarem de atividades de empreendedorismo, qualificações e educação financeira. 

No município de Colatina, em evento realizado no último sábado de novembro, foi registrada a presença de mais de 1,9 mil visitantes. Foram atendidas 205 pessoas em oficinas, 487 em atendimentos em empreendedorismo, educação financeira e serviços de cidadania e 14,6 mil atendimentos realizados na rua de lazer, atividades culturais e esportivas. 

Em Aracruz, o evento realizado no dia 19 de novembro contou com a presença de mais de 7,9 mil visitantes. Foram atendidos 383 participantes em oficinas e cursos rápidos de empreendedorismo, 782 pessoas nas tendas de empreendedorismo, educação financeira e cidadania e 21,3 mil atendimentos na rua de lazer, atividades culturais e esportivas. 

Já em Baixo Guandu, no dia 20 de agosto, a ação reuniu mais de 1,4 mil visitantes. Foram realizados 875 atendimentos a pessoas nas tendas de empreendedorismo, qualificações, educação financeira e cidadania e 7,8 mil atendimentos na rua de lazer (atividades infantis) e fornecimento de lanches. 

A programação foi elaborada para atender a demandas da população, a partir de pesquisas com os moradores, em parceria com as prefeituras. A iniciativa faz parte das ações de reparação da Fundação Renova na bacia do rio Doce para fomentar a economia local.  


“Promovermos ações como essas é uma forma de integrar a comunidade como um todo. Ofertamos atividades de empreendedorismo, qualificações e serviços de cidadania, lazer e saúde, que contribuíram para o desenvolvimento das potencialidades das pessoas”, destaca o coordenador de Contratação e Empreendedorismo Local da Fundação Renova, Roberto Ruggeri. 
 

Serviços  

No campo do empreendedorismo, a partir da identificação de demanda e do mercado potencial nos municípios, foram elaboradas diversas oficinas, palestras, minicursos e orientações individuais para empreendedores, empresários e pessoas interessadas em abrir ou expandir os negócios. Outra ação foi direcionada a organização das contas domésticas, com a oferta de conteúdos sobre educação financeira e consultoria financeira familiar. 

Na área da saúde, o Circuito Saúde SESI-ES ofereceu avaliação do risco individual de desenvolver doenças cardiovasculares, a partir de medidas corporais (pressão arterial, índice de massa corpórea e circunferência abdominal), e orientação individualizada sobre os resultados encontrados, com o objetivo de prevenir doenças. Além disso, estiveram disponíveis tendas para massagem rápida para relaxamento, testagem rápida, vacinação, escovação orientada infantil e consulta médica. 

Já no espaço de lazer estiveram disponíveis brinquedos, carrinho de algodão doce e pipoca, pintura facial, escultura de balões, cineclube, jogo da limpeza, jogos educativos e apresentações culturais. 

Sobre a Fundação Renova 

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão. 

A Fundação foi instituída por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016. 

Assessoria de imprensa – Fundação Renova

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.