Mês da Mulher: conheça a empreendedora que conquistou o mercado internacional

Quando começou a fazer bijuterias, há pouco mais de dez anos, Maria Goretti da Silva queria apenas uma renda extra para ajudar nos gastos de casa. Com o pouco que sabia, começou a entrelaçar fios, pedrarias e contas e conquistou clientes. Hoje, a produção é profissional, a fábrica ganhou nome – Margô Bijus – e […]

Por Redação Jornal da Serra

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Quando começou a fazer bijuterias, há pouco mais de dez anos, Maria Goretti da Silva queria apenas uma renda extra para ajudar nos gastos de casa. Com o pouco que sabia, começou a entrelaçar fios, pedrarias e contas e conquistou clientes. Hoje, a produção é profissional, a fábrica ganhou nome – Margô Bijus – e as criações são vendidas para outros estados do Brasil e até para países como Portugal, França e Japão.

“Nossa trajetória tem muitos cursos, aprendizados, muitas dificuldades, muito trabalho e muitas conquistas. Precisamos estar sempre criando novos modelos, pesquisando novos materiais e técnicas. Mas, com persistência, tudo vale a pena”, diz, orgulhosa de suas peças.

Mês da Mulher: conheça a empreendedora que conquistou o mercado internacional

Maria Goretti da Silva – Foto Divulgação

Os cursos e consultorias da Gerência de Qualificação do Trabalhador, ligada à Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, e da Inclusão Produtiva, ligada à Secretaria Municipal de Assistência Social, fazem parte desta história de conquista de independência financeira e também de fortalecimento da família, que se uniu em torno do negócio. A participação em eventos, como feiras de artesanato, foi decisiva para alavancar a Margo Bijus e conquistar o mercado nacional e internacional.

Leia também:  SEMAS realiza reunião com instituições de longa permanência

Atualmente, a filha de Goretti, Jéssica Celestino, é parceira e sócia na fábrica. “Fiz faculdade, mas logo decidi focar no trabalho com minha mãe. Passamos por momentos difíceis para vendas, como no início da pandemia, mas já superamos e retornamos à produção anterior”, diz.

Qualificação Profissional

Para ofertar melhores condições de empregabilidade e de inclusão social, a Prefeitura de Vitória, por meio das secretarias municipais de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid) e de Assistência Social (Semas), investe em programas de qualificação visando ao mercado de trabalho e ao empreendedorismo.

Para conhecer os programas da Gerência de Qualificação do Trabalhador, as pessoas que residem em Vitória podem ir à Casa do Cidadão: Avenida Maruípe, 2.544, em Itararé, Funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Telefone: (27) 3323-4439.

Para os cursos e consultorias da Inclusão Produtiva, a porta de entrada são os Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Saiba onde ficam os Cras clicando aqui.

Por Edlamara Conti, com edição de Andreza Lopes

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Notícias

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.