Rafinha: “A torcida deu show em Campina Grande”

Lateral-direito destacou o apoio recebido pelo elenco no reencontro do Tricolor com a Paraíba após 11 anos

Por Redação Jornal da Serra

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram
Rede Integrada de Segurança da Serra

Após 11 anos, o Tricolor reencontrou a Paraíba e celebrou este momento com a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil ao empatar com o Campinense (0 x 0) nesta quinta-feira (24), no Estádio Amigão, pela primeira fase.

E para garantir a classificação, o São Paulo contou com o apoio dos torcedores desde o desembarque em Campina Grande, na última quarta-feira (23), até o apito final do confronto desta noite.

O experiente lateral-direito Rafinha destacou o carinho recebido pela delegação neste período. “Desde a saída do hotel e a chegada do ônibus no estádio, os torcedores abraçaram o time. E ficamos felizes”, revelou o camisa 13, que emendou.

A torcida deu show em Campina Grande

Por Rubens Chiri / saopaulofc.net

“O São Paulo é um clube grandíssimo e tem torcida em todos os lugares. A torcida deu show, e estamos contentes com este apoio também fora de São Paulo”, afirmou o ala, que avaliou o jogo com o Campinense.

“Dominamos o jogo e tivemos várias chances de fazer o gol. Jogamos o tempo todo em busca da vitória e agora vamos para a próxima fase. Eles se defenderam bem e arriscaram no segundo tempo”, opinou.

Visitante nesta noite, o Tricolor tinha o direito de atuar pelo empate para seguir na competição nacional, já que a partida era única e eliminatória com o mando de campo pertencendo ao clube pior posicionado no Ranking Nacional de Clubes (RNC).

Na segunda fase, o São Paulo enfrentará o Manaus, que venceu o São Raimundo por 1 a 0. A CBF divulgará posteriormente a data do duelo, que também será único.

Vale lembrar que o time são-paulino não atuava na Paraíba desde o dia 16 de fevereiro de 2011, na vitória por 3 a 0 sobre o Treze, pela Copa do Brasil, com gols de Dagoberto (dois) e Fernandinho. Rogério Ceni esteve na meta são-paulina naquele jogo, que contou também com a presença de Miranda na zaga.

Leita também:  Andrés Colorado: "A torcida pode esperar muita entrega, compromisso e amor pela camisa"

Por Comunicação São Paulo

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Esportes

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.