Alvo do Botafogo, Luís Castro dá entrevista no Qatar projetando próximo jogo do Al-Duhail, sexta-feira

Enquanto o Botafogo tenta a liberação do Al-Duhail, o técnico Luís Castro concedeu nesta quarta-feira entrevista coletiva para falar do próximo desafio de seu clube na liga local, sexta-feira, contra o campeão Al-Sadd.

Por Redação Jornal da Serra

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram
A Serra se conecta com você

Enquanto o Botafogo tenta a liberação do Al-Duhail, o técnico Luís Castro concedeu nesta quarta-feira entrevista coletiva para falar do próximo desafio de seu clube na liga local, sexta-feira, contra o campeão Al-Sadd. A partida marcará a entrega das faixas pelo título antecipado, enquanto o Al-Duhail não tem mais pretensões e cumpre tabela.

– Quero parabenizar o Al-Sadd pelo título, aos treinadores Xavi Hernández e agora ao novo técnico Javi García, tiveram uma grande temporada. Perderam apenas dois pontos num empate contra a gente, não perderam e mereceram o título. Vamos entrar para vencer, assim como eles também – afirmou Castro.

Alvo do Botafogo, Luís Castro dá entrevista no Qatar projetando próximo jogo do Al-Duhail, sexta-feira

Divulgação/Al-Duhail

A equipe do português vem de quatro vitórias seguidas na Liga das Estrelas do Qatar. Luís Castro não quis falar sobre a outra competição que disputa, a Copa do Emir – no dia 6 de março, o Al-Duhail enfrenta o Al Sailiya, pelas quartas de final.

– O trabalho duro nos treinos foi o que fez o time ir tão bem nessas últimas rodadas, e há um foco muito grande nessa partida contra o Al-Sadd porque procuramos somar pontos. Não estamos pensando no jogo da Copa do Emir. Vamos tentar vencer o jogo, o Al-Sadd não perdeu nenhum jogo, mas vamos entrar em campo pensando em conquistar os três pontos – reforçou.

Nesta quarta, o Al-Duhail soltou comunicado dizendo que Luís Castro vai permanecer no clube até o fim do contrato, apesar de ele ter recebido propostas. Investidor do Botafogo, John Textor já deixou claro que topa pagar a multa rescisória de cerca de € 1 milhão (R$ 5,7 milhões), e o empresário do treinador viajou para Doha para negociar o distrato com os cataris.

Por Redação FogãoNET e Site do Al-Duhail

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Esportes

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.