Presidente do Atlético-MG surpreende ao falar sobre a situação financeira do clube

De acordo com o presidente do Galo, Sérgio Coelho, a situação financeira do clube não é boa. Segundo o mandatário em entrevista a Rádio Itatiaia, o Atlético-MG possui, hoje, a maior divida do futebol brasileiro e surpreendeu ao dizer que certamente estaria na segunda divisão do futebol brasileiro o clube, caso não houvesse a ajuda financeira da família Menin.

Por Redação Jornal da Serra

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram
Rede Integrada de Segurança da Serra

O Atlético-MG acaba de se consagrar campeão da Supercopa do Brasil. Mais um título para o armário do clube de mineiro no último ano. Porém, não são só de movimentos felizes que vive o clube. De acordo com o presidente do Galo, Sérgio Coelho, a situação financeira do clube não é boa. Segundo o mandatário em entrevista a Rádio Itatiaia, o Atlético-MG possui, hoje, a maior divida do futebol brasileiro e surpreendeu ao dizer que certamente estaria na segunda divisão do futebol brasileiro o clube, caso não houvesse a ajuda financeira da família Menin.

Dívida do Atlético-MG supera a casa do bilhão

No final de 2021, o Atlético-MG apresentou em seu balanço que a atual dívida do clube supera a casa do R$ 1,32 bilhão. Ainda assim, a expectativa é que com ações de médio e longo prazo, a administração do clube seja controlável, algo que, hoje, não é. Isso também está relacionado ao fato de que a dívida do clube de curto prazo diminuiu, mas inversamente proporcional, a de longo prazo cresceu e cresceu significativamente. Recentemente, devido as dívidas, a justiça inclusive bloqueou valores referente a futuras vendas de atletas de destaque do clube como Guilherme Arana, Guga e também Allan.

Investimento da família Menin é elevado no Galo

Investidor do Atlético-MG, Rubens Menin espera conquistar com o clube de Minas Gerais um patrimônio na casa de R$ 2 bilhões. Tudo isso depois um alto investimento prévio feito para que o clube se tornasse uma potência nas competições que disputa. Em 2022, por exemplo, o futebol do clube deve receber um investimento superior a R$ 300 milhões. Com os investimentos além do título da Supercopa, o Galo garantiu os títulos Brasileiros e da Copa do Brasil, em 2022.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Pinterest
  • WhatsApp
  • Telegram

Possui dúvidas sobre o site, critícas ou sugestões? Fale conosco!

Patrocinado

Pesquise em Esportes

Se você não encontrou o que busca em, tente fazer uma pesquisa abaixo.